Dia da Ciência e da Tecnologia - Dia 16 de Outubro

Semana da Ciência e da Tecnologia na FIOCRUZ



15/10/2012 às 17:21
Notícias

Fiocruz promove atividades durante Semana Nacional de Ciência e Tecnologia
Danielle Monteiro e Renata Moehlecke
De 15 a 21 de outubro a Fiocruz participará da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2012 (SNCT), que este ano apresenta o tema Economia verde, sustentabilidade e erradicação da pobreza, escolhido durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) com base no compromisso de fortalecer e incluir a saúde no processo de desenvolvimento socioeconômico brasileiro. Em sua nona edição, a SNCT visa mobilizar a população, em especial crianças e jovens, em torno de atividades que possibilitem o conhecimento de pesquisas científicas e tecnologias relacionadas à temática selecionada, assim como sua relevância, resultados e impactos.



Coordenada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, a SNCT conta com a colaboração de diversas instituições de pesquisa e ensino nacionais. A Fiocruz, que participa desde a primeira edição, oferecerá cerca de 20 atividades, como exposições e palestras científicas, nas quais serão debatidos os desafios e estratégias necessárias para a realização de um desenvolvimento social e ambiental sustentável no Brasil, além de abordar ações que podem contribuir para a erradicação da pobreza e a diminuição das desigualdades sociais do país. O evento também é um espaço privilegiado para divulgar e aprofundar a contribuição da Fundação no que diz respeito ao programa Brasil Sem Miséria, uma iniciativa do governo federal criada para auxiliar os 16 milhões de brasileiros que ainda vivem em condições de pobreza extrema. Segundo a coordenação do evento na Fiocruz, o objetivo da Semana é mobilizar a população em torno de temas e atividades de C&T: “O público terá a oportunidade de conhecer mais sobre pesquisas e atividades de laboratórios de pesquisa da Fiocruz e participar de atividades instigantes, com espaços para discussão sobre as relações entre saúde, sustentabilidade e combate à pobreza extrema”.

De 15 a 19 de outubro, no Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (Ipec), os visitantes poderão observar o chamado Espaço da Ciência, onde serão exibidos pôsteres e fotos de atividades científicas e laboratoriais desenvolvidas na unidade. No período da manhã, também será realizada a atividade Bate-papo com Nossos Cientistas, na qual jovens e adultos terão a oportunidade de saber um pouco mais sobre as doenças infecciosas tratadas no instituto.
O Espaço de Ciência e Leitura da Casa de Oswaldo Cruz (COC) apresentará, no dia 16, atividades voltadas para crianças de quatro a dez anos: serão contadas histórias sobre diversas temáticas, exibidos curtas animados sobre meio ambiente e disponibilizados livros infanto-juvenis do acervo da Biblioteca de Educação e Divulgação Científica do Museu da Vida (MV). Até o dia 19, o MV também oferecerá atividades lúdicas que envolverão os visitantes na discussão de temas ambientais, como aquecimento global, desmatamento, poluição da água, biodiversidade, sustentabilidade e saúde. As apresentações contarão ainda com "show de ciência", oficinas e experimentos.
A Biblioteca de Manguinhos, no dia 20 de outubro, vai abrigar a mostra multimídia, realizada pelo Programa de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Saúde Pública (PDTSP) da Fundação. Por meio dela, o público assistirá à exibição de vídeos sobre gestão participativa, que sensibilizam a importância do envolvimento social no campo da saúde pública. Será projetada uma apresentação sobre o trabalho efetuado neste campo em Manguinhos nos últimos dois anos, um vídeo sobre o projeto Teias-Escola Manguinhos, e dois vídeos-debate relacionados à temática da sustentabilidade, com ênfase na questão das vulnerabilidades socioambientais. Além disso, os visitantes poderão conferir banners, faixas e painéis sobre os projetos realizados na região, assim como receber materiais educativos. No mesmo dia, o público poderá participar da atividade Educação em Saúde, que contará com um jogo dinâmico e educativo baseado no conceito "construir" em Manguinhos. Ainda no que se refere ao bairro de Manguinhos, no dia 18, o Museu da Vida apresentará produtos que tem origem no trabalho colaborativo entre a instituição e as escolas municipais da localidade. 
No Centro de Recepção do Museu da Vida/Fiocruz, os visitantes terão a oportunidade de conhecer a história dos confrontos entre as organizações brasileiras ligadas à saúde pública e a indústria do fumo no século 20. Dirigida a jovens e adultos, a exposição O controle do tabaco no Brasil: uma trajetória, vai contar com 22 painéis fotográficos sobre os esforços da saúde pública no combate ao tabagismo e as estratégias usadas pela indústria tabagista para conquistar adeptos ao longo de décadas. A mostra, uma parceria da Casa de Oswaldo Cruz/Depes/Fiocruz com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), será exibida entre os dias 17 e 20 de outubro. Durante esse período, no espaço Epidaurinho do Museu da Vida, serão exibidos vídeos científicos sobre os temas saúde, meio ambiente, sustentabilidade e erradicação da pobreza, com bate-papo com cientistas e realização de oficinas lúdicas. As atividades fazem parte da mostra VerCiência.
Outro destaque do evento é a exposição O corpo na arte africana, que reúne coleções formadas por pesquisadores da Fiocruz participantes das missões da Fundação ao continente africano. Realizada pela Presidência da Fiocruz, do Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz e do Instituto Oswaldo Cruz, com apoio da Faperj (Fundação do Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro), a mostra conta com 140 obras de arte divididas em cinco módulos que serão exibidos na sala de exposições temporárias do Museu da Vida: Corpo individual & Corpos múltiplosSexualidade & MaternidadeA modificação e a decoração do corpoO corpo na decoração dos objetos e Máscaras como manifestação cultural.
Para os apreciadores de fotografia, a atração será as imagens registradas pelos participantes do Programa Jovens Aprendizes de Produção Cultural em Divulgação Científica do Museu da Vida. O projeto, realizado pela Casa de Oswaldo Cruz(COC)/Museu da Vida, busca promover a inserção de estudantes do ensino médio de escolas da rede pública no mundo da cultura e do fazer cultural por meio da divulgação científica e popularização da ciência. Entre 16 e 20 de outubro, no foyer do Museu da Vida, a exibição vai trazer aos visitantes o olhar crítico e investigativo desses jovens sobre a realidade do lugar onde vivem. Além dos registros fotográficos, os participantes da turma de 2012 do programa vão apresentar, nos dias 18 e 19 de outubro, no auditório do museu, fragmentos do cotidiano das comunidades onde vivem, na forma de esquetes.
As cores, formas e hábitos de vida dos insetos vão alegrar o gramado da Tenda da Ciência nos dias 16 e 17 de outubro. Com apoio de monitores, o público vai poder saciar suas curiosidades sobre os pequenos animais e conhecer a forma como são estudados. A atividade, realizada pelo Laboratório de Biodiversidade Entomológica do Instituto Oswaldo Cruz, tem por objetivo atuar na conscientização ecológica e valorização da natureza brasileira.
No gramado do parque da Ciência, entre 17 e 19 de outubro, os visitantes terão a oportunidade de conhecer a Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente (OBSMA) e seus resultados. Promovido pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) em parceria com a Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (Abrasco), o projeto avalia e divulga trabalhos desenvolvidos por professores e alunos dos ensinos fundamental e médio nas modalidades Produção Audiovisual, Produção de Texto e Projeto de Ciências. A ideia é estimular a realização de trabalhos que auxiliem na melhoria das condições ambientais e de saúde no Brasil e aproximar o conhecimento científico do cotidiano das escolas, tornando as atividades escolares mais visíveis.
Durante toda a SNCT, os visitantes também encontrarão livros da Editora Fiocruz com 50% de desconto nos três pontos de venda localizados no campus de Manguinhos da Fundação (a sede da editora no prédio da Expansão, no hall da Biblioteca de Manguinhos e no térreo da Escola Nacional de Saúde Pública). A promoção é relativa a duas coleções: Temas em Saúde e Em questão. Também haverá um bate-papo, no Epidaurinho do Museu da Vida, com autores dos livros publicados pela editora sobre as relações entre saúde, meio ambiente, sustentabilidade e erradicação da pobreza. Ao final da tarde, um sorteio dos livros Biodiversidade em questão, de Henrique Lins, e Saúde, ambiente e sustentabilidade, de Carlos Machado Freitas e Marcelo Firpo. Confira, os títulos disponíveis em cada coleção aqui.
As atividades da Fiocruz durante a SNCT vão além do campus Manguinhos. A Fiocruz Mata Atlântica, localizada na colônia Juliano Moreira, em Jacarepaguá, vai promover, entre 15 e 21 de outubro, o Encontro de Educação para a Vida. Fruto da parceria entre NUPCTIS-IFF-Fiocruz e a Vice-Presidência de Desenvolvimento Institucional, o evento vai incentivar o diálogo entre moradores locais, pesquisadores, funcionários, alunos e estagiários em prol da diminuição das desigualdades sociais e do fortalecimento das comunidades locais. O foco será na sustentabilidade, desenvolvimento social e economia verde, promoção da saúde e educação para vida. Além disso, de 16 a 18 de outubro, o Centro Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande, sediará a atividade Troca de Saberes, que abrange uma feira de ciências, palestras, oficinas, mostras de vídeos, jogos interativos, experimentações científicas, exposições e apresentações culturais. No local, o Programa de Desenvolvimento do Campus Fiocruz da Mata Atlântica também apresentará o projeto "Tecnologias sustentáveis em escolas publicas no entorno do Parque Estadual da Pedra Branca”, feito em parceria com o CIEP Brigadeiro Sergio de Carvalho, o Colegio Estadual Brigadeiro Schorcht, a UEZO, Solarize, o CETESA/EPSJV (financiamento Faperj) e com o projeto "Coleta Solidaria e Reciclagem de óleo de cozinha residual na CJM" (Edital CSDT Fiocruz 2011).
Atividades da Fiocruz em outras cidades
Moradores da região serrana do Rio de Janeiro também vão ter a oportunidade de participar de algumas das atividades da Fiocruz durante a SNCT. O ginásio do Pedrão, em Teresópolis, vai abrigar, entre os dias 17 e 21 de outubro, o Ciência Móvel - Vida e Saúde Para Todos, fruto de uma parceria entre o Museu da Vida e a Fundação Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do estado do Rio de Janeiro (Fundação Cecierj). Exposições, jogos, equipamentos interativos, multimídias e oficinas são alguns dos destaques desse museu itinerante que viaja em um caminhão.
Já o Palácio do Itaboraí vai receber, entre 16 e 20 de outubro, a exposição Nós do mundo. Realizada pelo Museu da Vida em parceria com o Instituto de Arte Contemporânea e Jardim Botânico (Inhotim), a mostra discute a relação do homem com a natureza, apresentando tanto o cenário mundial contemporâneo como algumas das soluções já existentes para o alcance de um desenvolvimento mais sustentável.
0

0 comentários:

Querido visitante, seja bem-vindo e fique à vontade para copiar as sugestões para usá-los no seu trabalho ou no seu blog, mas não esqueça a citação, registre de onde tirou. Quanto às imagens, se alguma delas aqui postada tiver assinatura, mantenha o crédito. Aos autores: caso tenhamos tirado algo da internet e não aparecia autoria na fonte de onde tiramos, podem se colocar para que isto seja reparado e o crédito devido lhe seja dado. “Colcha de Saberes”

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...