Serviço à Criança e Adolescente Especial

Dica de Atendimento à Criança e Adolescente Especial de Escolas Municipais da Cidade do Rio de Janeiro:

http://ihainforma.wordpress.com/?blogsub=confirming#subscribe-blog



SME - Secretaria Municipal de Educação
Educação Especial


Responsável pela educação especial nas escolas da Prefeitura do Rio, o Instituto Helena Antipoff atua na perspectiva da educação inclusiva, acompanhando as diretrizes e metas propostas pela Política Nacional de Educação Especial. Dentro dessa ótica, a educação especial passa a integrar o projeto pedagógico da escola regular, promovendo o atendimento às necessidades educacionais especiais de alunos com deficiência, transtornos globais de desenvolvimento e altas habilidades/superdotação.

Para efeito de conceituação, considera-se pessoa com deficiência aquela que tem impedimentos de longo prazo, de natureza física, mental ou sensorial que pode ter restringida sua participação plena na escola e sociedade. Incluem-se nesse grupo alunos com autismo, síndrome do espectro de autismo e psicose infantil, além de crianças com altas habilidades/superdotação. 

O IHA mantém equipes junto às Coordenadorias Regionais de Educação para acompanhar os alunos integrados nas turmas regulares e nas salas de recursos multifuncionais, classes hospitalares, classes especiais e escolas especiais. 

Grupo de Pais
Nesse processo, a Secretaria de Educação conta com o fundamental apoio dos pais e responsáveis dos alunos com deficiência. Para isso, a SME e os representantes dos pais e responsáveis criaram um Grupo de Pais (Grupo de Trabalho de Pais Representantes da Educação Especial) em outubro de 2009. O GT é constituído por dois pais ou responsáveis representantes junto a cada uma das 10 Coordenadorias Regionais de Educação, sendo um titular e um suplente.  O Grupo tem como objetivo sugerir, discutir e propor ações sobre a Educação Especial na Rede Municipal , que atendam as reais necessidades dos alunos com deficiência. Para entrar em contato com um dos representantes do Grupo clique aqui.


Quem foi Helena Antipoff
Professora e psicóloga, desenvolveu um trabalho pioneiro com educação especial no Brasil. Nascida na Rússia, em 1892, veio para cá a convite do Governo de Minas Gerais, em 1929, para participar da reforma do ensino público mineiro. A reforma, inspirada no ideário da Escola Novista, previa a criação de um Instituto de Aperfeiçoamento de Professores, dedicado à formação de normalistas e com ênfase no ensino da Psicologia.

Helena Antipoff montou um laboratório de psicologia neste centro e iniciou o estudo e a pesquisa em psicologia da educação. Os estudos práticos do laboratório mineiro originaram importante programa de pesquisa sobre o desenvolvimento mental, ideais e interesses das crianças mineiras, produzindo testes de inteligência. A partir destas pesquisas, Helena introduziu, pela primeira vez, o termo "excepcional", ao invés de "retardado". O termo cunhado pela educadora queria eliminar o estigma. Na visão de Helena, seria possível levar ao aluno excepcional programas de educação compensatória, que o fizessem alcançar um aprendizado mais incisivo.

Endereço do instituto: Rua Mata Machado 15, no Maracanã.

http://www.rio.rj.gov.br/web/sme/exibeconteudo?article-id=96318
0

0 comentários:

Querido visitante, seja bem-vindo e fique à vontade para copiar as sugestões para usá-los no seu trabalho ou no seu blog, mas não esqueça a citação, registre de onde tirou. Quanto às imagens, se alguma delas aqui postada tiver assinatura, mantenha o crédito. Aos autores: caso tenhamos tirado algo da internet e não aparecia autoria na fonte de onde tiramos, podem se colocar para que isto seja reparado e o crédito devido lhe seja dado. “Colcha de Saberes”

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...