Inclusão – sites e cartilhas

                    O marco histórico da inclusão foi em junho de 1994, com a Declaração da Salamanca - Espanha, realizado pela UNESCO na Conferência Mundial Sobre Necessidades Educativas Especiais: Acesso e Qualidade , assinado por 92 países, que tem como princípio fundamental: "todos os alunos devem aprender juntos, sempre que possível, independente das dificuldades e diferenças que apresentem". Desde então, nos diversos países, legislações, arquiteturas urbanas e práticas educativas têm sido revistas e adaptadas sob esta nova ótica.

                          Portanto, a inclusão não é um movimento regional ou localizado em alguns poucos países. Ela é um movimento mundial de luta das pessoas com deficiências e seus familiares em suas constantes e diárias buscas pelos seus direitos e espaços sociais. Mas, afinal, o que é a inclusão? O que leva pessoas a terem entendimentos tão diferentes acerca deste assunto? Cabe utilizarmos os espaços e veículos socialmente disponíveis para informarmos e tecermos reflexões e, desta forma, contribuirmos para uma prática menos separatista e menos preconceituosa.


                          Segundo Kunc (1992),  "o principio fundamental da educação inclusiva é a valorização da diversidade e da comunidade humana. Quando a educação inclusiva é totalmente abraçada, nós abandonamos a ideia de que as crianças devem se tornar normais para contribuir para o mundo". E é tendo isto em mente que decidimos provocar a discussão em torno do assunto aqui neste espaço e, ao mesmo tempo, deixarmos algumas sugestões com o desejo que estas alimentem ainda mais a vontade de fazer diferença em nossa sociedade.
                        

                          O tema inclusão ainda não foi suficientemente discutido e as informações sobre ele também não foram socializadas de modo tão abrangente quanto necessário para que os direitos fundamentais da pessoa com deficiência fossem conhecidos e respeitados. Alguns endereços na internet oferecem orientações e serviços para a inclusão da pessoa com deficiência. Por isso selecionamos os que se encontram listados abaixo. Além do que temos a cartilha, cujo pdf também deixamos disponível,  “O Acesso de Alunos com Deficiência às Escolas e Classes Comuns da Rede Regular”, com informações sobre a legislação pertinente ao assunto e as orientações pedagógicas, apenas postas de forma introdutória. 

                            Vale conferir o assunto e posteriormente aprofundá-lo, conforme necessidade e grau de interesse.

                         
                             Sites Governamentais:


                        Sites de Entidades que trabalham em favor da pessoa com deficiência:
·            www.fae.unicamp.br/leped - Site do LEPED/Unicamp
·            www.aleph.com.br/mariateresa
·            www.inclusao.com.br
·            www.educacaoonline.pro.br
·            www.educacaoonline.pro.br - Lista de Checagem Sobre as Práticas Inclusivas na Sua Escola
·            www.defnet.org.br/heloiza.htm


                          Sites de Editoras que publicam literatura especializada sobre inclusão as diversas  deficiências:
·         www.memnon.com.br
·         www.wvaeditora.com.br
·         www.artmed.com.br



                           Cartilhas em pdf:


 O Acesso de Alunos com Deficiência às Escolas e Classes Comuns da Rede Regular  (http://pfdc.pgr.mpf.gov.br/atuacao-e-conteudos-de-apoio/publicacoes/pessoa-com-deficiencia/acesso_alunos_ensino_publico_2004)



Considerações sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (http://www.grupo25.org.br/download/Cartilha-ConsideracoesSobreOsDireitosdaspessoascomdeficiencia.pdf
1

1 comentários:

Del Rodrigues disse... [Responder Comentário]

Amiga, passando para conferir as novidades... Excelente postagem.Adorei o texto.Que bom que vc está de volta.Me manda notícias de como foi a prova..se deu tudo certo.
Obrigada pelo seu comentário lá no Rioeduca. Beijocas.Muita Paz e Luz!

Querido visitante, seja bem-vindo e fique à vontade para copiar as sugestões para usá-los no seu trabalho ou no seu blog, mas não esqueça a citação, registre de onde tirou. Quanto às imagens, se alguma delas aqui postada tiver assinatura, mantenha o crédito. Aos autores: caso tenhamos tirado algo da internet e não aparecia autoria na fonte de onde tiramos, podem se colocar para que isto seja reparado e o crédito devido lhe seja dado. “Colcha de Saberes”

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...